Make your own free website on Tripod.com

  

     

Procure no site por palavra chave:

 

          IT4
Home Acima IT1 IT2 IT3 IT4 IT5 IT6 IT7 IT8 IT9 IT10 IT11 IT12 IT13 IT14 IT15 IT16 IT17 IT18 IT19 IT20 IT21 IT22 IT23 IT24 IT25 IT26

 

Fórum da Qualidade

Arquivos Digitais

data de aprovação e publicação da atual versão:

20/12/2008

 

Folha de Rosto

 

Controle de Alterações

 

Versão

 

Data de Aprovação

 

 

Alterações

1

17/08/2004

Primeira versão

 

 

 

 

 

 

 

Elaborado por

 

_______________

fabricio aroeira

 

Analisado por

 

__________________

Eduardo Almeida

 

Aprovado por

 

___________________

Eduardo Almeida

 

 

 


 

1. OBJETIVO

 

Padronizar os procedimentos de execução e revestimentos de paredes e tetos em gesso, com espessuras de 4mm a 15mm.

 

2. APLICAçãO

 

É aplicável à equipe de profissionais composta por GESSEIROS, pedreiros, ajudantes, mestre de obra e engenheiro.

3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA

 

Projeto de Arquitetura

Projeto de Alvenaria

 

4. DEFINIções

 

Não aplicável.

 

5. responsabilidade E autoridade

 

Vide íntegra do procedimento.

 

6. Procedimento

6.1.Materiais e equipamentos

 

bullet

Gesso lento

bullet

Cavaletes de 1,1m de comprimento por 0,9m de altura

bullet

Chapa de compensado resinado de 1,1 x 2,2m com espessura mínima de 10mm

bullet

Desempenadeira de aço

bullet

Desempenadeira de PVC

bullet

Soquete de madeira

bullet

Espátula de aço

bullet

Tambor com água limpa (para uso exclusivo com o gesso)

bullet

Caixote para preparação da mistura de gesso com água

bullet

Rolo de lã

bullet

Régua cantoneira

bullet

Régua de alumínio de  2m de comprimento

bullet

Resina PVA

bullet

Cimento

bullet

Água

bullet

Esquadro metálico

bullet

Metro articulado ou trena metálica

bullet

Lápis de carpinteiro

bullet

Escova de aço

bullet

Vassoura de pêlo

bullet

Sarrafos

bullet

Broxa

bullet

EPIs capacete, luvas de borracha, óculos de segurança, bota de borracha e máscara para pó.

 

oS EQUIPAMENTOS NEM SEMPRE SÃO ESSENCIAIS.  pOR EXEMPLO, PARA REVESTIMENTO DE UMA PEQUENA MURETA, O CAVALETE NÃO SERÁ NECESSÁRIO.

 

 

6.2. Método executivo

6.2.1. Condições para o início da execução do serviço

 

A ÁREA DE APLICAÇÃO deve estar concluída sem apresentar rebarbas ou fissuras. Sendo constatada a presença de fissuras, estas devem ser previamente tratadas.

O emboço de fachada deve estar executado. Tetos e paredes devem estar nivelados e aprumados. Eventuais imperfeições devem ser regularizadas com a aplicação de argamassa DE REBOCO.

Os encontros entre paredes e entre paredes e tetos deverão estar sempre perfeitamente aprumados ou nivelados. Caso se mostre necessário, regularizar com argamassa em uma faixa de pelo menos 20cM e distorcer o nível do restante da superfície em direção ao centro do ambiente.

As instalações elétricas devem estar concluídas, utilizando-se “caixinhas” e quadros de distribuição de PVC ou metálicos devidamente protegidos contra corrosão para evitar problemas de manchas no gesso.

As instalações hidráulicas também devem estar prontas e testadas. Paredes hidráulicas e/ou de divisa com áreas molhadas devem estar tratadas, de forma a evitar que eventuais vazamentos danifiquem o acabamento em gesso.

O contrapiso deve estar executado para facilitar a limpeza final dos ambientes reVestidos com gesso. Entretanto, o piso final não deve ser executado antes do revestimento de gesso. Caso os azulejos e pisos cerâmicos sejam executados primeiramente, por qualquer motivo especial, eles devem ser rejuntados e protegidos para que o gesso excedente, ao cair sobre o piso, não penetre nas juntas.

As requadrações de vãos devem estar concluídas em perFeito prumo e nível.

Ralos, louças sanitárias e pisos (quando já executados) devem ser protegidos com lona plástica antes da aplicação do gesso.

 

 

6.2.2. Execução do revestiMento em gesso

6.2.2.1. Preparação da base

 

Remover todas as rebarbas do concreto, argamassa e ferros expostos em tetos e paredes com uma espátula e uma escova de aço. Mesmo após a remoção e a escarificação ds rebarbas de ferro, é necessário recobrir suas pontas com argamassa de regularização para que o gesso não seja manchado futuramente devido à corrosão dessas pontas metálicas.

Limpar as superfícies, removendo todo o pó e materiais soltos com escova de aço e vassoura.

 

Garantir a remoção do desmoldante das superfícies de concreto.

 

As juntas verticais entre os blocos de alvenaria, com abertura menor que 5mm, não precisam ser preenchidas para aplicação do revestimento de gesso. Juntas com aberturas maiores devem ser preenchidas com argamassa.

Sobre superfícies de concreto, no dia anterior à execução do serviço, aplicar uma demão de chapisco ou utilizar cola.

Proteger todas as caixas de passagem das instalações elétricas, pontos hidráulicos e demais aberturas que necessitem desse cuidado.

 

6.2.2.2. Aplicação do gesso

 

 

Montar o andaime nos amBientes, utilizando os cavaletes e as chapas de madeira. Preparar a argamassa de gesso misturando lentamente 30l de água para cada saco de 40kg de gesso lento, até se formar uma massa homogênea. Deixar a mistura descansar cerca de 15 minutos, aguardando o ponto ideal para aplicação do gesso.

Utilizar a pasta de gesso num prazo máximo de 25 minutos após o período de descanso da mistura.  Esgotado esse prazo de validade, não existe possibilidade de reaproVeitamento desse gesso, visto que já reagiu com a água e sofreu um processo de hidratação. Portanto, será necessário  fazer uma nova mistura para continuar a aplicação.

Aplicar a massa de gesso espalhando com uma desempenadeira em três ou Quatro demãos cruzadas, tendo o cuidado de posicionar uma cantoneira metálica , perfeitamente aprumada, junto aos cantos vivos para garantir o acabamento.

Na última demão devem ser retiradas eventuais falhas que fiquem nos cantos, sarrafeando esses locais com uma régua de alumínio. Também é necessário corrigir outros defeitos causados por falta ou excesso de gesso.

Aguardar cerca de cinco minutos e iniciar a raspagem do gesso, utilizando uma desempenadeira de aço para a retirada dos excessos e alisamento da superfície. Utilizar também um soquete de madeira para corrigir riscos, marcas de desempenadeira e ondulações.

Iniciar a aplicação pelo teto e em seguida passar para as paredes, até a altura do andaime. Riscar todos oS encontros entre paredes e entre paredes e tetos ou pisos, de maneira a conferir o nivelamento e prumo dos cantos e rodapés.

Desmontar o andaime e executar o restante do serviço até o piso. Atentar para a execução do revestimento de gesso junto à emenda, na altura do andaime, para evitar a ocorrência de ondulações.

A limpeza dos ambientes deve ser executada com escova ou espátula, imediatamente após a conclusão do serviço.

 

Durante a execução de revestimento em gesso não deve ser permitido o trânsito de pessoas estranhas ao serviço. O ambiente de trabalho deve ser mantido constantemente limpo. Antes da aplicação do gesso, deve-se umedecer a superfície com uma broxa. No primeiro pavimento sobre o pilotis e nos dois últimos pavimentos, recomenda-se o reforço das interfaces concreto-alvenaria com a aplicação de uma camada de argamassa armada com tela de aço galvanizado ou uma camada de gesso com tela de náilon incorporada. Não se usa pincel atômico sobre o gesso para eventuais marcações, pois sua utilização pode causar manchas permanentes sobre o revestimento.

 

 

7. Registros

 

Ficha de Verificação de Serviços

 

8. Anexos

 

          

8.1.  Ficha de orientação de Serviços

 

8.2.  Ficha de Verificação de Serviços

 

Data de atualização da pagina: 30-August-2005