Make your own free website on Tripod.com

  

     

Procure no site por palavra chave:

 

          IT20
Home Acima IT1 IT2 IT3 IT4 IT5 IT6 IT7 IT8 IT9 IT10 IT11 IT12 IT13 IT14 IT15 IT16 IT17 IT18 IT19 IT20 IT21 IT22 IT23 IT24 IT25 IT26

 

Fórum da Qualidade

Arquivos Digitais

data de aprovação e publicação da atual versão:

20/12/2008

 

Folha de Rosto

 

Controle de Alterações

 

Versão

 

Data de Aprovação

 

 

Alterações

1

17/08/2004

Primeira versão

 

 

 

 

 

 

 

 

Elaborado por

 

_______________

fabricio aroeira

 

Analisado por

 

__________________

Eduardo Almeida

 

Aprovado por

 

___________________

Eduardo Almeida

 

 

 


 

 

1. OBJETIVO

 

Padronizar e fornecer diretrizes para a execução de cobertura em telhado de fibrocimento.

2. APLICAçãO

 

É aplicável à equipe de profissionais composta por pedreiro, AJUDANTE, mestre de obra e engenheiro.

 

3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA

 

Projeto ARQUITETURA

4. DEFINIções

 

Não aplicável.

 

5. responsabilidade E autoridade

 

Vide íntegra do procedimento.

 

6. procedimentos

6.1. Materiais e equipamentos

 

bullet

Madeira serrada para estrutura do telhado.

bullet

Telha.

bullet

Parafusos de fixação.

bullet

Imunizante.

bullet

Prego.

bullet

Arame recozido.

bullet

Serra circular.

bullet

Martelo.

bullet

Serrote.

bullet

Trena.

bullet

Trincha

bullet

Pincel.

bullet

Furadeira.

bullet

Chave de boca.

bullet

EPIs: capacete, bota, luvas de raspa e óculos de segurança.

 

 

6.2. Método executivo

6.2.1. Montagem de estrutura de telhado

 

Serrar toda a madeira nas dimensões conforme projeto.

Definir as cotas e os caimentos do telhado, bem como a localização de calhas e rufos, de acordo com o projeto.

Iniciar a montagem da estrutura de madeira do ponto mais baixo para o ponto mais alto do telhado, montando o primeiro e o último pontaletes, respectivamente.

Continuar a montagem do madeiramento como previsto em projeto levando em conta seus caimentos e o tipo de telha a ser utilizado.

A estrutura de madeira deverá ser travada e amarrada à laje.

 

6.2.2 Cobertura com telha

 

Após a estrutura de madeira concluída, iniciar a colocação das telhas deixando a sobreposição, nos dois sentidos, indicada pelo fabricante.

No encontro das telhas deve ser feito corte em duas chapas, para não haver a sobreposição de quatro telhas.

 Após a colocação das telhas e cumeeiras, fixá-las através de parafusos conforme especificação do fabricante.

 

7. INDICADORES

 

7.1 Indicadores de Produtividade

 

Produtividade: Valor mínimo: 1,40 Hh/m2.

Valor médio: 1,80 Hh/m2.

Valor máximo: 2,20 Hh/m2.

Mão-de-Obra: Carpinteiro.

Pedreiro.

Servente.

7.1.1 Recomendações para melhoria do Indicador de Produtividade

 

Estudar a melhor seqüência executiva para os serviços de estrutura do telhado – colocação das telhas – pente do barrilete (tubulações que derivam do barrilete e alimentam as prumadas de AF e AQ).

Definir a forma de transporte do madeiramento e das telhas.

Elaborar projeto de montagem da estrutura do telhado, buscando trabalhar com peças pré-cortadas em centrais (externas ou no próprio canteiro) e numeradas, de modo a facilitar a montagem da estrutura.

Avaliar a possibilidade de efetuar a pré-montagem das tesouras, tendo em

vista o equipamento de transporte adotado.

Providenciar o armazenamento das telhas em local arejado e coberto, no

caso de utilização de telhas em aço galvanizado ou alumínio.

Certificar-se da disponibilidade e do funcionamento de todas as ferramentas

e equipamentos necessários.

 

7.1.2 Considerações para cálculo do Indicador de Produtividade

 

Devem ser considerados no cálculo deste indicador:

Trabalho de oficial e de servente.

Limpeza da superfície antes do início do serviço.

Montagem de estrutura de transporte das peças maiores do térreo ao telhado.

Imunização das peças de madeira.

Transporte das telhas de fibrocimento e das peças de madeira do local de

armazenagem ao posto de trabalho.

Transporte dos equipamentos de proteção.

Transporte das ferramentas de corte da telha e da madeira e de fixação das

partes do local de armazenagem ao posto de trabalho.

Preparação de bancada para corte das peças.

Marcação das cotas e dos caimentos do telhado.

Limpeza do local de trabalho após o término do serviço.

Operações normalmente executadas pelo servente.

Toda mão-de-obra envolvida, exceto horas de mestres e supervisores.

Medição da unidade de execução do telhado pela área de projeção horizontal da cobertura de acordo com as etapas da obra (pano de telhado fisicamente separado de eventuais outros panos).

Desconsideração da existência de clarabóias, tubos de ventilação e, chaminés.

Avaliação de produtividade para cada pano independente de telhado e cumulativamente, para a obra, pelo somatório dos valores parciais obtidos anteriormente.

 

7.2 Indicador de Qualidade

 

Dentre os itens assinalados na RIP 18 sugere-se o acompanhamento do

quesito 07 relativo a quebras ou trincas em telhas.

Definição: Número de telhas com trincas ou quebras

Valor de Referência: Número de telhas com trincas ou quebras = 0

 

7.2.1 Recomendações para a melhoria do Indicador de Qualidade

 

Executar a cobertura no momento que não haja interferência com outros

serviços que necessitem trânsito sobre o telhado, sua desmontagem e

remontagem, ou a queda de objetos sobre a sua superfície.

Executar os cortes e as perfurações nas telhas conforme recomendações

do fabricante, evitando o aparecimento de tensões nos componentes.

Evitar o trânsito ou o acesso a área do telhado após sua conclusão, controlando

e identificando todos os funcionários que eventualmente necessitem ter acesso a esta região.

 

7.2.2 Considerações para o cálculo do Indicador de Qualidade

 

Inspecionar visualmente todas as telhas com especial atenção para as

fixações, emendas e beirais.

Assinalar o número de rachaduras, cortes inapropriados e quebras de telhas.

Substituir a avaliação feita após a conclusão do telhado por avaliação final

no momento de entrega da obra.

 

 

8. Registros

 

Ficha de Verificação de Serviços

 

9. Anexos

 

9.1.  Ficha de orientação de Serviços

 

9.2.  Ficha de Verificação de Serviços

 

Data de atualização da pagina: 30-August-2005